Top

Aumente suas vendas com um blog empresarial – 5 dicas essenciais

Aumente suas vendas com um blog empresarial – 5 dicas essenciais

É de conhecimento que empresas que possuem um blog geram 67% mais leads que as empresas que não possuem um blog, isso porque o blog é uma das principais ferramentas do Marketing Digital e tem extrema importância neste processo de captação. Além da captação, criar um blog empresarial lhe permite aumentar significativamente seu posicionamento orgânico, através da publicação de conteúdos relevantes que enfatizam suas palavras chaves.

Neste post não vamos falar dos benefícios de criar um blog profissional, mas sim de algumas dicas práticas de como melhorar aumentar suas vendas.

Caso você ainda não esteja convencido da necessidade de se criar um blog para sua empresa, sugiro a leitura dos artigos “Por Que Sua Empresa Precisa Criar Um Blog? ” e “Por Que Criar Um Blog Empresarial? 4 Motivos Indiscutíveis! ” que tratam disso claramente.

Dica 1: Dê algo e não fale de seu produto ou serviço o tempo todo.

Ao criar um blog, fazer uma campanha de marketing ou promover alguma postagem no Facebook nosso objetivo final certamente é mostrar nosso produto ou promover algo que tem a ver com nossa empresa. Beleza, nada de errado em ter isso como objetivo, porém você não pode tentar “resolver sua vida” em um post falando o tempo todo de seu produto ou serviço.

Quando você criar um post, você precisa “dar” algo a sua audiência. Você pode usar seu post para tirar dúvidas se seu cliente, para dar alguma dica bacana sobre algo relacionado à sua área de atuação e de interesse de sua audiência ou alguma informação importante relacionada a ela. Dê algo realmente útil (não superficial), pois causará uma excelente impressão a seu visitante e ele vai passar a acreditar em você e tomará seu site como uma referência do assunto, muitas vezes até influenciando outras pessoas a acreditar em você.

Ou seja, ao passar algo relevante que resolva algo para seu cliente, você se torna uma autoridade no assunto e será lembrado pelo mesmo.

Um exemplo prático seria um post de uma empresa contábil com o seguinte título “O que eu preciso saber para mudar de contador na empresa?”. Neste post a empresa esclareceu todas as dúvidas e não falou dos produtos, serviços que prestam em nenhum momento. A empresa estava preocupada em resolver a questão do visitante. A informação me foi útil e não à toa estou compartilhando o link deles aqui.

Como pode ver o resultado não foi uma venda imediata, mas uma informação útil que me fez lembrar e colocar um link em meu site, podendo potencializar as vendas deste cliente.

Outro exemplo seria uma empresa de moda dando dicas de como se vestir, o que combina “com que”. Ou uma empresa que fornece produtos de aventura, dando dicas de viagens para este público. Enfim, a imaginação é o limite, mas tenha em mente não apenas a venda, mas a informação útil para sua audiência.

Dica 2: Crie postagens pensadas em cada fase do funil de vendas

Você está saturado de tanto ouvir falar em funil de vendas, mas não vê isso funcionando na prática, correto?!

Provavelmente a resposta será sim. Isso porque você não está conseguindo implementar o mesmo ou não está conseguindo tratá-lo de forma adequada.

É muito comum as empresas criarem postagens superficiais que pegam apenas o “público geral” e não fornece as informações adequadas para esquentar sua audiência ao ponto de ter todos os argumentos que o possibilite a tomar uma decisão.

É importante você fornecer posts introdutórios, mas é fundamental você evoluir suas postagens para permitir que o visitante compare a empresa A ou B ou o produto X e Y. Isso faz parte do processo. Porém, ao fornecer a informação de forma transparente e mais completa possível, tendo um produto ou serviço similar, você sai na vantagem de já ter ganhado a autoridade sobre o assunto e o visitante o enxergar desta forma.

Dica 3: Planeje suas postagens

Vender normalmente se resume a informar, apresentar e matar objeções. Seus posts precisam ser pensados e projetados para isso.

Você precisa criar postagens que lhe ajudem nesse processo, criando postagens voltadas para autoridade, para benchmarking, para matar objeções, para apresentar resultados concretos e até mesmo para apresentar seu produto ou serviço (pq não?).

O importante é que você tenha posts planejados para atingir um objetivo, que no final vai lhe gerar uma venda (não necessariamente naquele momento).

Dica 4: Compartilhe seus posts nas Redes Sociais

Esta dica é bem simples e que vale a pena ser reforçada devido a sua importância.

Todo conteúdo que você postar em seu blog você deve compartilhar em suas redes sociais e algumas vezes até impulsionar as mesmas, se tiver orçamento para isso.

As redes sociais são ferramentas poderosas para atrair visitantes e usá-las para direcionar os visitantes para seu site é uma excelente estratégia, pois deixa de ser apenas uma “olhada superficial” e passa a ser um potencial novo seguidor de seu blog.

Dica 5: A grande sacada

Depois de fazer um post fantástico com 2000 palavras e N palavras chaves indexadas seu visitante finalmente acha seu conteúdo no Google, dedica seu tempo na leitura, resolve seu problema e gosta do mesmo, mas acaba indo embora e não voltando mais.

Nesse processo tão comum você percebe que investiu tempo e dinheiro e isso não está lhe gerando o resultado esperado, mesmo tendo um volume de acessos razoável, isso não está se convertendo em vendas.

Qual é o erro afinal?

Este é um erro comum que muitas pessoas e empresas cometem ao criar seus artigos/posts. Eles realmente entendem o que o cliente precisa, resolve o “problema” do cliente, mas não deixam qualquer forma de iniciar um relacionamento com o visitante.

É muito comum ter sites não ter sequer um formulário para enviar uma dúvida, ou um blog que se permita fazer um comentário, ou pelo menos um formulário para se registrar em um newsletter.

Você precisa dar essa possibilidade a seu visitante.

Mais ainda, em suas postagens você precisa definir seus objetivos colocar CTAs (Call-to-Actions) bem claras. Como no exemplo dado na dica 1, você pode tratar de um assunto sem sequer falar de seu produto ou serviço, mas você precisa direcionar seu visitante para algo relevante para ele e para sua empresa. Você precisa dar o próximo passo pra ele.

Dependendo do nível de postagem que você estiver tratando você pode oferecer três coisas básicas:

1 – Um link para um post que você queira que o visitante veja

Esta ação irá “esquentar” seu lead e permitir que ele desça um pouco mais em seu funil.

2 – Ofereça um conteúdo adicional EXCLUSIVO

Esta é a grande conexão entre o blog e as ferramentas de e-mail marketing e gestão de leads como o RD Station. Como seu visitante gostou de seu post e precisa saber mais. Ao direcionar para uma página de captura, você poderá fazer com que seu visitante passe a ser um lead e lhe permitirá trabalhar de gradual e sistematizada seu funil, dando informações até que ele se converta em uma venda.

3 – Ofereça seu produto ou serviço

Em postagens mais avançadas, é comum você passar a falar mais sobre seu produto, serviço. Um visitante avançado já tem consciência do problema e sabe o que está procurando e é nessa hora que entra seu anúncio com a oferta.

Não adianta colocar chamadas para ação (CTAs) em um post superficial, pois não resultará em conversão de clientes. Ela só servirá para poluir o visual de seu post e cansar seu visitante (fazendo com que não volte mais).

 

Conclusão

Criar um blog profissional para sua empresa é fundamental e se usado corretamente pode fazer maravilhas por seu negócio. Ter um blog com postagens relevantes irá atrair visitantes e aumentar sua audiência dando a chance de trabalhar a mesma até que se converta em uma venda.

Um blog profissional irá lhe aproximar de seu público e contribuir até mesmo para a melhoria de seus produtos e serviços, pois passa a ser uma troca de informações constantes.

 

 

QUERO CRIAR UM BLOG PROFISSIONAL AGORA

 

Sem comentários

Comentar