Top

O que é otimização de conversão e alguns exemplos práticos de uso

otimização de conversão

O que é otimização de conversão e alguns exemplos práticos de uso

Otimização de conversão (Conversion Rate Optimization, em inglês – CRO) é uma estratégia usada para transformar o maior número possível de visitantes do seu site em clientes.

Em outras palavras: é uma maneira de fazer com que eles efetuem uma compra (ou cadastro, download, etc.) em suas páginas na internet. E quanto maior o número de visitantes que fizer isso, maior será a chamada taxa de conversão.

A otimização de conversão é, em última instância, uma maneira de aumentar as vendas de seu negócio online.

Se você deseja fazer otimização de conversão em seu site, aumentando a taxa de conversão de leads, ou de outras ações, como assinatura de newsletter ou download de materiais ricos, acompanhe estas dicas que selecionamos para você.

4 táticas usadas na otimização de conversão

1- Identifique barreiras de conversão

Coloque-se no lugar de um cliente e pense o que poderia fazê-lo deixar de realizar a ação que sua empresa deseja que ele faça na página.

Por exemplo: se você quer que ele preencha um formulário, pode ser que uma quantidade muito grande de perguntas, ou exigir que ele forneça número de cartão de crédito, sejam barreiras de conversão.

Existem várias outras:

  • Seu site é confiável? Use selos de certificação de segurança, como “site seguro” ou “Certisign” para mostrar isso.
  • Sua empresa é idônea? Exiba seu ranking em sites como o “Reclame Aqui”. Atualmente, é possível digitar o nome de uma empresa e descobrir como ela é avaliada por este site, tão conhecido e respeitado.
  • Seus produtos e serviços são bons de verdade? Depoimentos de clientes, de preferência com fotos; matérias que saíram na mídia e, no caso de B2B, uma lista de grandes empresas que usam seus serviços e produtos, podem ajudar na otimização de conversão.
  • Esse produto ou serviço é complicado de usar? Para isso, umas das soluções mais usadas é produzir um filme curto de animação que explica, em 2 ou 3 minutos, como usar e quais os benefícios de sua oferta.

2- Use mapas de calor

O uso dos chamados heat maps em sites é uma ferramenta excelente para descobrir como os usuários navegam por suas páginas e se está havendo algum gargalo na conversão ou dificuldade de compreensão de sua navegabilidade.

Com ferramentas como o Hotjar, Cliktale, ou Crazy Egg você pode descobrir comportamentos como estes:

  • Locais pouco visitados em suas páginas;
  • Pontos muito visitados em suas páginas, mas que não são bem aproveitados;
  • Botões de navegação ou de “call to action” que não são percebidos como tal e raramente são acionados;
  • Elemento que chamam muita atenção na página e são confundidos com um botão que aciona alguma ação;
  • Até onde os visitantes do seu site usam a barra de rolagem e quanto tempo permanecem em cada um desses pontos.

Estes são apenas alguns exemplos de análises que podem ser feitas com a ajuda de heat maps. O importante é entender o que está acontecendo e tomar as providências necessárias para a otimização da conversão.

3- Criar mais de uma landing page, para diferentes ofertas

Se você tem um e-commerce de materiais esportivos, não há sentido em fazer uma única landing page para onde são direcionados todos os seus esforços de captação de leads.

Por exemplo: se você tem um anúncio circulando pelo Google ou pelas mídias sociais, falando sobre ofertas de bolas de futebol, se quando ele for acionado pelo cliente, este for direcionado para uma landing page genérica, falando de todos os seus produtos, a possibilidade de conversão será muito baixa.

Afinal, o que é uma landing page se não o local para onde você quer atrair os leads mais interessados em seus produtos ou serviços? Portanto, se seu cliente quer ver bolas de futebol, é isso que você deve mostrar a ele.

Se ele “aterrissar” diretamente em uma landing page que usou técnicas de copywriting específicas para esse público e com todas as ofertas de bolas de futebol disponíveis em seu e-commerce, você estará promovendo uma excelente ação de otimização de conversão.

4- Testes A/B

Tudo que falamos acima são ótimos conselhos para a otimização de conversão, mas a única maneira de testá-los e verificar sua validade na prática é por meio dos chamados teste A/B.

Assim, se você pretende fazer uma landing page para ofertas de bolas de futebol, não faça uma, mas duas ou mais versões.

Depois de testá-las por um tempo relevante, exibindo-as aleatoriamente para seus visitantes, você descobrirá qual das duas obteve mais conversões.

Adote essa em seu site e, em seguida, escolha outro elemento da página para fazer um novo teste A/B. E faça isso sucessivas vezes, até que sua landing page alcance uma alta taxa de conversão.

Ficou claro para você o que é otimização de conversão? Então não perca mais tempo e comece agora mesmo a usar essa estratégia em seu site.

Este post foi escrito pela equipe da Supersonic, uma empresa especializada em otimização de conversão, transformando os visitantes do seu site em clientes.

2 Comentários

Comentar