Top

Programas emissores de Nota Fiscal Eletrônica: qual o ideal?

Programas emissores de nota fiscal eletrônica

Programas emissores de Nota Fiscal Eletrônica: qual o ideal?

O Programa Emissor de Nota Fiscal Eletrônica – NF-e é um software que após instalado no computador do contribuinte, permite à emissão de Notas Fiscais Eletrônicas para a correspondente Secretaria de Fazenda Estadual SEFAZ.

Os Programas para Emissão de Nota Fiscal Eletrônica compreende a geração do arquivo da nota fiscal eletrônica, meios para realizar a assinatura com Certificado Digital e a sua transmissão para a SEFAZ em questão. Permite também o gerenciamento das Notas Fiscais Eletrônicas – NF-e e o cancelamento se necessário, a impressão do Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica – DANFE para acompanhar a circulação da mercadoria e outras funcionalidades como cadastro de produtos, clientes, transportadores etc.

Informamos que, a partir de 04/08/2017, o emissor gratuito da NF-e (versão 3.10) será descontinuado e a versão 4.00 não será desenvolvida.

A partir dessa data não será mais possível fazer download do aplicativo, porém os usuários que tiverem o aplicativo instalado em seus computadores poderão continuar utilizando-o até que novas atualizações das regras de validação da NF-e impeçam o seu correto funcionamento.

Sendo assim, recomendamos que os usuários busquem outras soluções disponíveis no mercado ou desenvolvimento próprio.

Com a descontinuidade do emissor gratuito da SEFAZ, as empresas que ainda utilizam deste sistema de emissão terão que buscar alternativas no mercado, ou desenvolverem seus próprios Programas para emitir Nota Fiscal Eletrônica. Neste caso, recomendamos uma passada de olhos em nosso artigo sobre emissão de nota fiscal eletrônica – Nfe.

Requisitos para uso do Programa emissor de Nota Fiscal Eletrônica:

  • Possuir Certificado Digital do padrão ICP-brasil;
  • Ter acesso à internet;
  • Possuir versão adequada de JAVA instalado;
  • Solicitar credenciamento prévio para emissão de NF-e.

Certificado Digital:

Para utilizar o programa emissor de nota fiscal eletrônica NF-e, NFS-e ou NFC-e, o contribuinte deverá dispor de um Certifica Digital do tipo A1 ou A3 no padrão ICP-Brasil;

O Certificado Digital deverá ser adquirido junto à Autoridade Certificadora credenciada pela Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira – ICP-Brasil, devendo conter o nº do CNPJ de qualquer dos estabelecimentos do contribuinte (Empresa). Para maiores informações veja aqui como solicitar certificado digital.

Não existe a necessidade de haver um certificado instalado para cada unidade ou estabelecimento da empresa, basta o nº do CNPJ de qualquer dos estabelecimentos do contribuinte.

Nota Fiscal de Serviço Eletrônica – NFS-e e suas particularidades

Assim como os demais projetos de documentação eletrônica, a Nota fiscal de Serviço Eletrônica – NFS-e hoje se tornou uma realidade na vida dos prestadores e tomadores de serviços, e certamente, trazendo melhorias significativas para todas as atividades no ramo da prestação de serviços.

Entretanto, existem algumas dificuldades específicas como por exemplo; a falta de padrão na integração entre prefeituras e contribuintes. Cada município tem adotado um modelo diferente de integração, o que se torna difícil o desenvolvimento da comunicação no sistema de gestão dos contribuintes.

Para se ter uma ideia, são mais de 40 modelos de integração diferentes. Se compararmos com a NF-e, que tem modelo de integração padronizado independente do estado, podemos imaginar a dificuldade e o volume de trabalho necessário para manter uma solução que atenda todas as prefeituras e respectivos contribuintes.

Esta diferença se explica pela rapidez com que as prefeituras tiveram que aderir ao sistema, dai as variações de acordo com o ambiente de cada prefeitura: regras de validação, quantidade de itens, percentual de ISS, impressão de DANFE, entre outras.

Há a possibilidade de desenvolver a integração com cada município, o que se torna financeiramente inviável. Além de desenvolver, há que se manter, e o custo de manutenção pode tornar-se impraticável.

Existe no mercado programas emissor de nota fiscal eletrônica que já integram e estão homologados com diversos municípios, de fácil acesso com os sistema de gestão do contribuinte e adequada à realidade de cada prefeitura municipal. Veja o guia completo e entenda tudo sobre nota fiscal de serviços eletrônica clicando neste endereço: Nota Fiscal de Serviço.

Portanto, se sua empresa ainda não está entre as obrigadas a emitir Nota Fiscal de Serviços Eletrônica NFS-e, certamente ela está nos próximos meses tendo que adotar essa tecnologia. Não só pelos governos, mas também pelos seus clientes que vão querer importar informações das centenas de arquivos de NFS-e para seus bancos de dados sem digitação e sem erros.

Fique esperto e ganhe tempo com o sistema de monitoramento dos sistemas de emissão de diversas prefeituras espalhadas pelos municípios brasileiros, com isso você acompanha em tempo real se o site de sua prefeitura está no ar, além de poder ser notificado todas as vezes que o sistema estiver suspenso. Clique aqui e caiu lá.

Sem comentários

Comentar